Ponderação A ou C

Em Todas , Biblioteca de Conteúdos , Por Daniel

Na grande maioria dos medidores de nível sonoro (sonômetros ou dosímetros), você verá referências às ponderações de frequência, tais como 'A', 'C'. Mas o que elas significam?

Nossos ouvidos são mais sensíveis às frequências entre 500 Hz e 6 kHz, aproximadamente, e menos sensíveis às frequências acima e abaixo disso. Para permitir que o medidor de nível sonoro possa relatar os níveis de ruído e representar o que ouvimos, são utilizadas as ponderações de frequências. São filtros electrónicos dentro do instrumento, que são usados para ajustar a maneira pela qual o instrumento mede o ruído, buscando assim, assemelhar-se ao ouvido humano.

É importante que ao medir os níveis de ruído você selecione a ponderação de frequência correta primeiro, pois não será possível converter de uma para outra após a medição ter sido feita. É por isso que sistemas capazes de medir ambas as frequências de ponderação ao mesmo tempo, irão economizar tempo e eliminarão o risco de medir o parâmetro errado.

Ponderação de Frequência A

A ponderação A é o filtro padrão das frequências audíveis destinados a reproduzir a resposta do ouvido humano ao ruído. Nas baixas e altas frequências o ouvido humano não é muito sensível, mas entre 500 Hz e 6 kHz o ouvido é bem mais sensível.


A curva de ponderação A cobre a gama de frequências audível entre 20 Hz e 20 kHz, mas aproxima-se da sensibilidade do ouvido humano. Portanto, o valor ponderado A de uma fonte de ruído é uma aproximação à forma como o ouvido humano percebe o ruído.

Limitações:
Atualmente a ponderação A é amplamente utilizada nos diversos níveis sonoros, embora originalmente ela tenha sido concebida apenas para a medição de sons de baixa intensidade e com tonalidade pura.

Indevidamente utilizada para a medição de ruído em todos os níveis, como ruído ambiente e ruído industrial, a curva A não deve ser exclusiva na avaliação de potenciais danos a audição e outros efeitos na saúde, de modo que, tende a desvalorizar especialmente os efeitos do ruído de baixa frequência.

As medições feitas utilizando a ponderação "A" são geralmente mostradas como dB (A), para informar que os decibéis estão ponderados em "A". Outros exemplos são LAeq, LAmax, LA90, etc.


Ponderação de Frequência C

A resposta do ouvido humano, quanto à frequência, varia com a intensidade sonora. A níveis mais elevados, acima de 100 dB, a sensibilidade auditiva é uma curva mais plana, como mostrado na curva de ponderação C.

Embora a ponderação A seja usada na maioria das aplicações, a ponderação C também está disponível em muitos medidores de nível sonoro. A mesma é normalmente utilizada para as medições de pico e também em algumas medições em clubes e casas noturnas, onde a emissão de ruído de baixa frequência pode ser um problema.


Você quer saber tudo sobre medição de ruídos? Acesse agora nossa Biblioteca de Conteúdos


Comentarios